07.03.2018
SUS Pública será votado em regime de urgência
A proposta deve ser analisada no plenário da Câmara na próxima semana

Os deputados federais devem votar na próxima semana o projeto de Lei que prevê a criação do Sistema Único de Segurança Pública no país em regime de urgência.

Uma reunião entre o relator do texto na Câmara dos Deputados, deputado Alberto Fraga, do DEM do Distrito Federal, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, do MDB cearense, foi realizada para acertar partes finais da redação da proposta.

Entre outras medidas, o texto prevê a unificação da coordenação das ações das polícias Militar, Civil, Federal, Rodoviária, Bombeiros e Força Nacional, em todos os estados.

Para o líder da maioria na Câmara, deputado federal Lelo Coimbra, do MDB capixaba, o Sistema Único de Segurança Pública vai reunir forças, estratégias e inteligência dos governos Federal e estaduais no combate ao crime.

Ele explica que o recém-criado Ministério Extraordinário da Segurança Pública deve ser a pasta responsável por coordenar o sistema.

"Coloca o Governo Federal, a União, como compartilhador das responsabilidades com os estados na segurança dos estados. Isso faz com que o Sistema Único dê um passo adiante. E nós temos esse debate a ser feito, tanto do ponto de vista temático quanto do ponto de vista de estrutura, que é o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Isso para nós é muito importante."

O deputado federal, Chico Alencar, vice-líder do PSOL, é a favor da criação do Sistema Único de Segurança Pública. Ele ressalta que a medida é inédita e capaz de coordenar todos os órgãos de segurança a favor do combate ao crime e na promoção do bem-estar da população.

"Tem que existir um Sistema Único de Segurança Pública para fazer o que nunca foi feito: articular os diferentes órgãos vinculados à segurança pública. É preciso fazer o que nunca foi feito: fazer descer do papel para a vida real o Plano Nacional de Segurança Pública”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, confirmou que o projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública será colocado na pauta de votação do plenário da Casa na próxima semana. Se for aprovado pelos deputados, o texto seguirá para análise dos senadores.

Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Rádio Encruzilhadense/Agência do Rádio Mais