22.11.2017
Marcon criticou proposta de Reforma da Previdência de Temer

O deputado federal Marcon (PT-RS) criticou duramente no plenário da Câmara, nesta terça-feira (21), a intenção
do governo Temer de ressuscitar a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. Segundo ele, as mudanças
propostas pelo governo – mais enxutas em relação ao projeto inicial, por conta da perda de apoio político do
governo após as denúncias de corrupção-não podem ser aprovadas porque atacam os direitos do povo brasileiro.

“A Reforma da Previdência quer atacar os pobres, os trabalhadores, os pequenos. Não dá para tratar os diferentes
como iguais. Eles falam que têm que cortar os altos salários, mas querem comparar quem trabalha em escritórios ou
ambiente parecido com os trabalhadores que pegam no pesado. Isso não pode acontecer”, disse Marcon.

Marcon também denunciou que o governo Temer está negociando espaços de poder no Executivo em troca de votos para
aprovar a Reforma da Previdência. Segundo ele, como o governo não conseguiu votos suficientes, agora quer fazer
uma minirreforma da Previdência, tirando aquilo que depois pode ser incluído por medida provisória ou decreto e
colocando só o que tem que passar pela mudança da Constituição.



Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Rádio Encruzilhadense/Assessoria de Comunicação