17.05.2016
Prefeitura vai auxiliar no controle do mormo
A Prefeitura de Encruzilhada do Sul está elaborando um projeto de lei que em breve será remetido para votação no Legislativo Municipal, prevendo auxílio aos proprietários de cavalos para a realização do exame do mormo. Tal exame é obrigatório visando o controle da doença e a expedição, por parte da Inspetoria Veterinária, da GTA (Guia de Transporte Animal).

O auxílio do Poder Executivo para o exame do mormo foi proposto pelo presidente da Câmara de Vereadores, Marco Antonio Grandini (Boca da Sucam).A proposta feita por ele, na sessão plenária de 25 de abril, contou com o apoio de proprietários de cavalos, donos de hotelarias, CTGs e PTGs. Posteriormente o vereador manteve contato com a prefeita Laíse Gorziza de Souza, que manifestou concordância com a iniciativa.

Visando dar início a elaboração do projeto de lei, na semana passada foi feita a primeira reunião no Centro Administrativo Municipal, com a presença da assessora do presidente da Câmara, Kelly Rachor da Costa e representantes da Prefeitura, Miguel Machado e veterinários Horácio da Costa e Márcia Louzada.

Uma das principais vantagens do apoio da Prefeitura será a redução no valor do exame. Dos cerca de R$ 90,00 por animal, tal importância será reduzida para R$ 45,00. Isto porque a Prefeitura vai disponibilizar um veterinário para a coleta do material, bem como transportar o sangue até a Sociedade Hípica de Porto Alegre, credenciada para realizar o teste. Através do projeto de lei, será elaborado um cronograma de coleta do sangue. A validade do exame e de 60 dias.
Poderão realizar o exame, os cavalos cadastrados na Inspetoria Veterinária. Atualmente este número de animais é de 546.

RS TEM 61 EQUINOS COM DIAGNÓSTICO POSITIVO

Na semana passada a Secretaria Estadual da Agricultura (Seapi) confirmou oito novos casos da doença em oito municípios. Até o momento, o Estado registra 61 equinos com diagnóstico positivo do mormo em 39 municípios. Em Encruzilhada do Sul não existe nenhum caso positivo. Em quase um ano, desde que foi confirmado o primeiro caso de mormo no Rio Grande do Sul, em Rolante, foram testados cerca de 100 mil animais.


Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Rádio Encruzilhadense/Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Encruzilhada do Sul