25.04.2016
Audiência pública sobre rede da Eletrosul será nesta quinta-feira
A comunidade encruzilhadense está convidada para acompanhar nesta quinta-feira, dia 28 de abril, a partir das 19 horas na Câmara de Vereadores, a audiência pública voltada a rede da Eletrosul que vai passar pelo município. Encruzilhada do Sul foi a cidade escolhida para sediar a audiência e, desta forma, aqui também deverão estar representantes dos demais municípios pelos quais a rede vai passar. A audiência foi convocada e será coordenada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (FEPAM). É provável que a diretora-presidente da FEPAM, Ana Maria Pellini, venha a Encruzilhada do Sul para a audiência.

No evento será exposto aos interessados o conteúdo do Estudo de Impacto Ambiental – EIA e do Relatório de Impacto Ambiental – RIMA em análise, dirimindo dúvidas e colhendo dos presentes as sugestões apresentadas através de manifestações a respeito do empreendimento em questão. Os interessados em se manifestar na audiência pública deverão atender às disposições do regimento interno da audiência pública da FEPAM, aprovado pela portaria número 66/2011, de 12 de julho de 2011.

Investimento de R$ 700 milhões e 270 km de extensão: este é o investimento e tamanho da rede de energia elétrica de alta tensão da Eletrosul que passará por Encruzilhada do Sul. A linha de transmissão de energia elétrica vai ligar Candiota a Guaíba, passando pelos seguintes municípios: Pinheiro Machado, Piratini, Canguçu, Encruzilhada do Sul, Amaral Ferrador, Dom Feliciano, São Jerônimo, Barão do Triunfo, Arroio dos Ratos, Mariana Pimentel e Eldorado do Sul. A obra deve começar em agosto deste ano, se estendendo aproximadamente ate março de 2018.

As torres de alta tensão tem altura variada, podendo oscilar dos 20 ate 40 metros. Existe a possibilidade de que ao menos alguns dos funcionários que irão trabalhar na rede, possam ser contratados em Encruzilhada do Sul.

A passagem da rede da Eletrosul no município também significa a possibilidade de utilizar parte da energia elétrica para o abastecimento de futuros empreendimentos comerciais ou industriais. Para isto basta fazer o rebaixamento da rede.



Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Rádio Encruzilhadense/Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Encruzilhada do Sul