01.03.2016
Combate ao Aedes aegypti inclui palestras nas escolas
A colaboração dos quase 6 mil alunos das redes municipal e estadual de Encruzilhada do Sul é essencial para prevenir a ocorrência do mosquito Aedes aegypti em Encruzilhada do Sul, transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya. O comitê que está coordenando as ações de enfrentamento ao mosquito, definiu um cronograma de palestras nas escolas.

Na rede municipal o ciclo de palestras começa na quarta-feira, dia 2 na Escola Anjo da Guarda. As demais são: Machado de Assis (dia 3), Adão Fonseca (dia 4) e EMEIS Chapeuzinho Vermelho (dia 7), Fonte da Alegria (dia 8), Pingo de Gente (dia 9), Paraíso Infantil (dia 10), Pinóquio (dia 14), Branca de Neve (dia 14) e Pé Pequeno (dia 15). As palestras nas escolas municipais localizadas na zona rural serão definidas posteriormente, bem como nas escolas estaduais

O comitê vem se reunindo ao menos uma vez a cada semana e no último encontro contou com a presença de representantes das Secretarias Municipais da Educação e de Obras, que estão integradas ao trabalho preventivo. Integram o comitê as enfermeiras da Secretaria Municipal de Saúde, Iuri Cardoso e Maria Ilce Moraes Rosa e os servidores do Ministério da Saúde (cedidos ao município), João Benedito, Marco Antonio Grandini (Boca da Sucam) e Jozoe Silva.

DENÚNCIAS: Locais identificados como possíveis criadouros do Aedes (água limpa e parada) podem ser comunicadas, de forma sigilosa, para o 3733 3733.

PARCERIA: A E.E.E.B. Borges de Medeiros firmou uma parceria com os funcionários do Ministério da Saúde. Dessa forma as larvas suspeitas de ser do Aedes, podem ser examinadas no laboratório de ciências do educandário. “Dessa forma teremos a resposta mais rápida, em um dia”, explica Ângelo Augusto Grandini, funcionário do Ministério da Saúde e cedido ao município.


Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Rádio Encruzilhadense/Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Encruzilhada do Sul