15.04.2015
Secretário Ernani Polo assume Comissão de Agricultura do Codesul
Durante a primeira reunião do Codesul, em Campo Grande (MS), nesta quarta-feira (15), foi aprovada a formação de grupo de trabalho de sanidade para discutir o tema febre aftosa. A intenção é que os estados busquem o status sanitário de zona livre sem vacinação, conforme disse o secretário da Agricultura e Pecuária do RS, Ernani Polo, que assumiu a coordenação da Comissão de Agricultura do Codesul.

Hoje, somente Santa Catarina é zona livre sem vacinação, e os demais estados são considerados zona livre da doença com vacinação. O grupo terá dois representantes da área de Defesa Agropecuária das secretarias de Agricultura do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e do Mato Grosso do Sul, além de técnicos das superintendências regionais do Ministério da Agricultura.

Segundo Polo, a mudança no status representa a abertura de novos mercados para a carne bovina gaúcha, como a Rússia, além de trazer reflexos em outras cadeias, como as de aves, suínos e do setor leiteiro, que deixam de exportar para mercados importantes, como Japão, por ainda imunizar o rebanho.

Polo lembrou que o Rio Grande do Sul não tem circulação viral desde 2002 e apresenta índices de imunização superiores a 98,3%, condições que credenciam o Estado para essa mudança. Contudo, o tema vem sendo debatido pelo Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa) desde antes de 2010.

\"Estaremos trabalhando, de forma conjunta, através de decisões técnicas, pela busca da elevação do status sanitário, com um horizonte de zona livre de aftosa sem vacinação, pois há convergência entre os estados na construção desta medida. Este será nosso desafio\", avalia o secretário.

Na reunião, foram relatadas as experiências de fiscalização integrada dos postos fixos de divisa entre Rio Grande do Sul e de Santa Catarina - Iraí, Barracão, Torres, Nonoai, Marcelino Ramos e Vacaria. Segundo Polo, a integração torna o trabalho mais eficiente e vem trazendo resultados positivos para a defesa sanitária animal e vegetal. Ele lembrou que a revitalização das unidades foi feita em parceria entre o Fundesa e a Secretaria da Agricultura.

Outra pauta foi a reunião da Aliança Sul Láctea, formada pelos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná, que está marcada para o dia 23, na Farsul, em Porto Alegre. Polo disse que o debate se dará em torno de ações para o fortalecimento da cadeia do leite.



Publicado por: Vanderlei Silva - Jornalista - Mtb. 13.349

Fonte: Palácio Piratini/ Coordenação de Comunicação